Entra ano, sai ano e as pessoas buscam saber: mas que diabos vai bombar neste próximo ano? Isso para diferentes assuntos. Pensando nisso, separei aqui 4 apostas do marketing digital para o ano de 2017. Só coisa boa, confere aí!

1. O tráfego mobile crescerá ainda mais

Mobile Ecommerce

Imagem: rapidsofttechnologies.com

O ano de 2016 foi incrível para o mercado mobile mais uma vez. Ano após ano estamos vendo os alertas do Google para pensar em tráfego mobile, layout de sites, funcionalidades e, principalmente, na experiência do usuário. E aos poucos as empresas estão começando a aceitar este novo cenário: passar de pensar um pouco em desktop para focar no smartphone de seus clientes.

Em uma matéria de abril da Exame, o cenário no Brasil mudou e pela primeira vez temos cerca de 80% dos lares brasileiros que usam o seu celular como principal dispositivo para navegar na internet. Esse ritmo só tende a aumentar em 2017. Por essas e outras, pense mais na qualidade do seu tráfego mobile. Faça um layout bacana e funcional. O cliente do seu cliente agradece.

2. Wearable: uma futura e paupável realidade

Imagem: sportswearable.net

Imagem: sportswearable.net

Os wearable são dispositivos tecnológicos que podem ser utilizados pelos usuários como peças do vestuário e que auxiliam para alguma coisa. São óculos, relógios, camisas, calças, tênis, etc.. que utilizam o conceito de internet das coisas para se conectar a pequenas funções diárias de cada indivíduo. Ainda são iniciativas tímidas, algumas não tão usuais assim, mas é assim como tudo começa um dia. Neste link do SEBRAE é possível compreender um pouco mais na prática o que estes gadgets poderão nos ajudar no futuro.

3. O LiveStreaming como ferramenta de marketing

Imagem: smallbiztrends.com

Imagem: smallbiztrends.com

As redes sociais estão presentes em nossas vidas há anos. Você tem diversos perfis sociais, eu tenho outros tantos e nossas mães também tem. É conta em Twitter, Facebook, Instagram, Snapchat, Youtube e por aí vai. Com a evolução da transmissão ao vivo e uma internet móvel boa, aos poucos as redes sociais estão querendo que você publique mais vídeos ao vivo.

O Facebook está na crista desta onda mais uma vez. Eles devem ter pego carona provavelmente a partir de aplicativos menos expressivos como Periscope e o Stringwire. Se você é marketeiro assim como eu, melhor você ficar de olho nestes apps porque é bem possível que os seus clientes comecem a pedir explicações a você de estratégias envolvendo esses canais. Ou ao menos pergunte para que eles servem, se vale a pena trabalhar com estes recursos e tals. Já mantém o tema no seu radar.

4. O boom dos apps de realidade aumentada ou virtual

Imagem: computerworld.com.br

Imagem: computerworld.com.br

Em 2016 qual foi o aplicativo que popularizou o tema? Tinder? Isso mesmo, Pókemon Go! Este simples e casual jogo da Nintendo de capturar pequenos monstros virtuais se mostrou bastante interessante, pelo menos o que se diz a números. Segundo um post publicado no blog de games da RedBull, o app atingiu números bastante expressivos em poucos meses de vida: +21 milhões de usuários ativos, +9 mil jogadores em um mesmo local buscando monstros virtuais e +26% de faturamento em uma cafeteria de Londres que aproveitou o tema para se promover.

Chegou num ponto que alguns brasileiros chegavam a hackear as lojas de aplicativos, assim como os GPS de seus smartphones, jogando o game dentro de panelas de cabeça para baixo, para jogar um game que só estava disponível nos EUA até então. Simplesmente um fenômeno. E não vai demorar muito para vermos marcas publicando seus apps de realidade aumentada no mercado, anotaí. Se vão funcionar a gente não sabe, mas testes possivelmente serão feitos muito em breve.

E aí, as apostas são plausíveis? Substituiria alguma destas por qual? Se curtiu o post dá aquele joinha e faça com que ele seja lido por seus amigos. Em dezembro de 2017 a gente resgata este post aqui e vê quanto de aproveitamento tivemos com ele.

😉

Gaúcho, blogueiro e publicitário. Trabalha com internet desde 2008. Nos últimos anos se especializou em técnicas de otimização de sites e performance em SEO. Possui interesses nas áreas de conteúdo, link building e experiência do usuário. Escuta muito rock e assiste a várias séries de tv.

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Go top