Investir em recursos para aumentar a qualidade do tráfego de um site se mostra recompensador ao longo do tempo e também bastante necessário nos dias de hoje. Porém, engana-se quem pensa que otimizar sites ou aplicar estratégias/técnicas de SEO é somente destinado aos grandes players com suas verbas agressivas. Este tipo de serviço deve ser feito também por empresas de pequeno e médio porte, assim como startups também.

Hoje já são centenas de milhares de pessoas que buscam por informações a cada segundo no Google. Inclusive, algumas delas neste exato momento podem estar buscando a respeito de informações sobre o seu negócio ou pelo serviço que você oferece na internet. Essas pessoas que estão procurando o nome da sua empresa, o endereço, o telefone ou informações a respeito dos principais serviços e produtos oferecidos por ela estão encontrando o seu site? Por acaso, você já otimizou o seu site para atender as necessidades de busca dessas pessoas?

Bom, talvez você poderia me devolver esta pergunta com outras novas perguntas do tipo:

“Mas Hamilton, como assim os serviços de SEO não são exclusivos para os grandes sites? O que eu posso fazer para o meu site rankear bem no Google? Conto com recursos limitados de investimento, de tempo, de equipe… Enfim, o que eu posso fazer e por onde você aconselha começar?”

Primeiramente, comece pelo começo: não entre em pânico. Brincadeira. Após cumprir este objetivo, leia a seguir algumas dicas e recomendações para de fato você começar a otimizar o seu site.

Escolha as palavras-chave e keywords certas para o seu negócio

Imagem: Giphy

Imagem: Giphy

Antes de começar o trabalho de SEO, faça um estudo e escolha as melhores palavras-chave para as atuais páginas do seu negócio na internet. Utilize algumas ferramentas de mercado que auxiliam você a ter insights a respeito das palavras que você criou, compondo portanto uma nuvem de palavras-chave em torno de um tema específico. Ao fazer isso você estará aumentando as suas chances consideravelmente de ter esse conteúdo encontrado. E claro, utilize algumas ferramentas para chegar a essas palavras.

Google KeywordPlanner

Imagem: Google

Imagem: Google

O Google KeywordPlanner se mostra uma boa ferramenta para você começar a encontrar as suas palavras-chave. A ideia da ferramenta é exibir uma estimativa a partir da média de pesquisas mensais e através da concorrência dessas palavras: baixa, média ou alta. Nela ainda é possível consultar como este termo está sendo buscado em estados e nas principais cidades brasileiras.

Recentemente a ferramenta foi atualizada. Continua sendo grátis, mas como ela é uma ferramenta destinada a performance em links patrocinados no Google (Adwords), suas informações e dados orgânicos a respeito das palavras estão mais limitados. Antes tínhamos uma estimativa em cima de um número bastante aproximado, como por exemplo de “10mil” buscas mensais. Hoje este mesmo número pode ser expressado em uma informação de “6mil – 12mil” ou de “2mil – 10mil” na ferramenta. Bem diferente a interpretação do dado, não é mesmo? Enfim. Tenha em mente este valor de estimativa mas não seja guiado apenas por ele. Porque mesmo assim com essa informação limitada o Google KeywordPlanner é uma excelente ferramenta para termos ideias de quais palavras-chave devemos usar para criar um novo conteúdo.

Na prática, funciona assim:

  1. Escolha um tema para escrever, como uma palavra-chave a respeito com uma estimativa acima de 1mil buscas mensais e comece a usar a ferramenta.
  2. Procure por palavras-chave relacionadas ao tema principal deste texto que você vai escrever.
  3. Faça uso de palavras genéricas com maior volume de busca e termos que estejam presentes também na calda longa destes termos.

Para servir de exemplo e um simples exercício, escolhi a palavra principal “árvore de natal” como o tema para a publicação de um novo conteúdo. Utilizando esta ferramenta do Google você pode chegar a um resultado próximo a este:

Palavra-chave ou tema principal:
árvore de natal

Palavras genéricas inseridas dentro do texto:
pinheiro de natal
comprar árvore de natal

Palavras que compõem a cauda longa do texto:
origem da árvore de natal
como fazer árvore de natal
como montar árvore de natal
imagens de natal
boneco de neve de natal
decoração de natal
atividades de natal
enfeites de natal
pinheiro de natal
guirlanda de natal

Compreendeu o que estamos fazendo aqui? Usando esta ferramenta para montar um esqueleto de informação a respeito de um tema principal conseguimos boas ideias para a produção de conteúdo, garantindo altas grandes de rankeamento. Inclusive, temas que podem ser divididos e tratados em mais de novo conteúdo. E depois de tê-lo escrito, agora é a hora de descobrir o melhor momento para publicá-lo.

Google Trends

Imagem: Google Trends

Imagem: Google Trends

Enquanto você estiver escolhendo as suas principais palavras-chave e termos com o Google KeywordPlanner para produzir o novo conteúdo, aproveite também para consultar o Google Trends para entender mais sobre a sazonalidade dos termos.

Pergunta: Qual seria a sazonalidade ideal para as pessoas buscarem por conteúdos ou produtos relacionados a Natal ou árvore de Natal? Segunda quinzena de Dezembro?

Bom, se consultarmos o Google Trends podemos ver tranquilamente que o maior pico de buscas para a palavra-chave “arvore de Natal” no último ano aconteceu entre a última semana de Novembro e a primeira de Dezembro. O seu segundo maior pico durante a semana do Natal. Segue abaixo o print da sazonalidade nos últimos 5 anos para esta palavra:

Imagem: Google Trends

Imagem: Google Trends – Link

O que isso quer nos dizer? Além do crescimento natural das buscas orgânicas nos últimos 3 anos para o termo, o gráfico também nos mostra que o conteúdo precisa ter sido produzido e publicado no início de Novembro. Assim as pessoas que buscarem por estas informações a respeito de “árvore de natal” via Google encontrarão o conteúdo indexado e rankeando.

Garanta a otimização dos principais itens de conteúdo na página

Imagem: SERP Google

Imagem: SERP Google

Título otimizado

Ele deve respeitar o limite entre 55-60 caracteres. Utilize algumas palavras-chave que você consultou nas ferramentas anteriores para compor este título. Opte por cada página contar com a suas principais palavras-chave, evitando assim a canibalização dos termos.

Descrição otimizada

Ao consultar outras publicações na internet você talvez possa encontrar textos afirmando que as metas descrições não contam para um bom rankeamento no Google. Mas isso não é 100% correto afirmar, já que as descrições possuem o objetivo de resumir o que o usuário encontrará visitando uma página e também aumenta consideravelmente as chances de conseguir um clique para ela. Portanto, faça sim uso do recurso utilizando alguns dos termos que você pesquisou nas ferramentas. Cada descrição deve respeitar o limite de 140-56 caracteres e contar com palavras de call-to-action (palavras de ação) como: acesse, conheça, descubra ou lei mais, etc.

Url otimizada

Formando a tríade de importância do SEO, as url’s também precisam contar com suas próprias palavras-chave. Vamos a 3 exemplos práticos para visualizarmos situações distintas:

  1. http://presentes.festas.etc.br/categoria/presentes-70483/de-natal.php
  2. http://www.presentes.com/artigos/natal/decoracao/?cid=2639&cod=333:6336&preco=100&page=36
  3. http://www.artigosdenatal.com.br/decoracao/arvores-de-natal

Lendo apenas a url, qual você escolheria como a mais descritiva? Qual dos exemplos você consegue prever o conteúdo que estará na página? A url de número 3 é o exemplo mais otimizado de url porque conseguimos ler e compreender o que iremos encontrar na página antes de visitá-la. Neste caso pode ser uma página com diversos produtos de árvores de natal a venda no site. Utilize até 5 palavras-chave para compor a sua url. Fica mais agradável para a leitura do usuário.

Publique conteúdos direcionado ao seu público e com uma certa frequencia

O conteúdo é um dos 4 pilares do SEO. Trata-se de uma peça chave para desempenhar uma estratégia bem sucedida de otimização. Porque se pensarmos rapidamente, o exercício da publicação de novos conteúdos significa a publicação de novas url’s, ou seja, novos pontos de entrada para o site. E estes novos conteúdos poderão atender a consulta por determinadas palavras-chave de cauda longa podendo levar visitantes bastante qualificados até o site. Sem contar que a publicação de um conteúdo trata-se de uma estratégia bastante atrativa, sendo capaz de torná-lo relevante, criando até mesmo alguns links de volta para esta página.

Produzir conteúdo trata-se de uma construção de relacionamento e confiança com o seu consumidor. Produzir conteúdo com frequencia só vai ajudar na comunicação do seu negócio, acredite.

Otimize a sua busca local (Local Search)

Imagem: Google Meu Negócio

Imagem: Google Meu Negócio

Otimize também a presença da sua empresa na internet. Se você tem um restaurante, uma floricultura, uma loja de construção, uma tabacaria, uma borracharia ou um mini mercado, não importa o seu segmento de atuação, otimize a sua presença digital com informações básicas a respeito dele através do Google Meu Negócio. Enquanto o Google atualiza e aprimora seus resultados de busca, as informações sobre a sua empresa sempre serão válidas para quem está buscando saber mais a respeito dela. Informações como:

  • Nome da Empresa
  • Segmento da Empresa ou Área de Atuação
  • Principais Serviços Prestados
  • Endereço (rua, bairro, cidade e CEP)
  • Telefone (que funciona)
  • E-mail para Contato
  • Horário de Funcionamento
  • Formas de Pagamento
  • Comentários e opiniões a respeito da sua empresa ou serviço

Por incrível que pareça, nem sempre essas informações estão disponíveis quando fazemos uma busca a respeito de um estabelecimento. São itens que muitas vezes são esquecidos de serem informados e que pode se mostrar um diferencial em relação aos seus concorrentes locais no Google. Cadastrar o site da sua empresa em alguns sites de guia local como o hagah, o TripAdvisor, o Guia Mais, o Kekanto ou o Apontador também podem ajudar as pessoas a conhecerem mais a respeito da sua empresa.

Monitore e acompanhe os novos resultados

Imagem: Freepik

Imagem: Freepik

Bom, se você implementar todas essas otimizações é porque você pretende visualizar resultados, certo? E como você saberá se está tudo funcionando perfeitamente? Através de análises e relatórios sazonais é possível acompanhar as principais métricas de visitas para garantir um projeto de SEO bem sucedido. Falando em métricas, seguem algumas que você pode acompanhar mais de perto:

  • Cliques
  • Impressões
  • CTR
  • Rankings
  • Estatísticas de Rastreamento
  • Sessões
  • Visualizações de Página
  • Duração Média da Sessão
  • Taxa de Rejeição
  • Métricas de Conversões

O Google conta com duas excelentes ferramentas para acompanhar esses principais indicadores: o Google Analytics e o Google Search Console (Google Webmaster Tools). São ferramentas absolutamente essenciais e complementares entre si para qualquer projeto de SEO que você vá fazer. E são gratuitas, só instalar as tags no site, fazer as otimizações necessárias e passar a acompanhar os resultados de perto. Simples assim. 🙂

Conclusão

Tenha em mente que focar em SEO, na otimização do do seu site, não é para ser feito apenas uma única vez. Não se resume a contratar uma hospedagem e colocar um site no ar no melhor estilo cartão de visitas. Não é assim que funciona. Você deve manter atualizações constantes, tanto de melhorias como na publicação de conteúdo. O Google publica atualizações anualmente em seu algoritmo que podem impactar diretamente nos seus resultados de busca orgânica, por isso fique atento a estas novas mudanças do algoritmo também.

E se você ainda não está convencido de que é importante investir em melhorias e em otimizações para o seu site, tente responder a uma pergunta simples: quantas vezes por dia eu uso o Google para buscar informações? Se a resposta for algo próximo de “muitas vezes”, melhor você começar a pensar a respeito sobre o assunto. Porque aprimorar os resultados orgânicos do seu site pode transformar os resultados do seu negócio. Pense nisso.

*Interessado em saber mais a respeito de um projeto de SEO para pequenas ou médias empresas?  Entre em contato e solicite uma proposta de consultoria em SEO.

Gaúcho, blogueiro e publicitário. Trabalha com internet desde 2008. Nos últimos anos se especializou em técnicas de otimização de sites e performance em SEO. Possui interesses nas áreas de conteúdo, link building e experiência do usuário. Escuta muito rock e assiste a várias séries de tv.

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Go top